28 fevereiro 2009

navegando




circunavego

os dias

à espreita

das tempestades

que se avizinham


a cada entardecer

guardo um pouco de sol

no bolso


e procuro

reter

o som das gaivotas

na alma





arte de Max Laigneau


Postar um comentário