27 dezembro 2009

ele não sabe



-->
ele não sabe
que as flores
têm olhos
e que os pássaros
rezam
ao pousar nos galhos

ele não sabe
que melancolia
é um remédio
prescrito
aos poetas
cuja dose certa
são algumas gotas
sob a língua
da alma
todas as noites

ele não sabe
do que está guardado
nos cofres
do vento
e por que sorrio
quando um
pequeno segredo
escapa
e passa
por mim
sussurado

ele não sabe
nem nunca
vai saber
que os olhares
contam
histórias

que as mãos
foram feitas
para libertar
o amor
que há
no coração

que a dor
do outro
é um nó
que não consigo
desatar
e me sufoca

e que a poesia
está em cada
música
que eu respiro
em cada
palavra
que aparece
no céu
e está colada
em mim
como o silêncio



Postar um comentário