15 janeiro 2011

Aprendiz



por mais que me desencante
com os homens
que há de encanto na solidão?

O amor me chamou
tenho que abrir as portas
aos pequenos gestos e delicadezas

precisei dar a volta ao mundo
para dizer meu nome frente ao espelho
aprendiz de pássaro
aprendiz de mim mesmo

eu vi o que se ocultava
sob a minha ignorância
a vida está no caminho
e não no fim da estrada

você me deu o mapa
chegou onde deveria estar
me explica o que não entendo
fala comigo na linguagem do amor
minha alegria de viver
o sentido da minha vitória

não mais lastimo batalhas perdidas
não mais procuro abismos
mas escolhi voar
o melhor lugar pra se guardar tesouros
é na lembrança

surpreenda-se, arrisque-se,
somos todos vencedores
estou esperando por você

precisei dar a volta ao mundo
para dizer meu nome frente ao espelho
aprendiz de pássaro
aprendiz de mim mesmo




arte de Zac Freeman (material reciclado)


Postar um comentário