19 junho 2011

Árido é o tempo




ávido o homem que a tudo devora
grávido o tema de um novo futuro
ácido o fruto que não está maduro
plácido o sonho que perpassa a aurora
árido o tempo dessa longa espera


arte de Jeffrey Gold


Postar um comentário