30 abril 2012

Onde é que se guarda o amor?



Onde é que se guarda o amor?
Poderia ser em caixas, potes, relicários
Tudo num grande frasco –
Ou melhor, dividi-lo em vários?
Estaria bem protegido
Embrulhado em fino papel
Ou precioso tecido
Como acomodar o maior bem do mundo?
Que é leve, suave, embora tão profundo
Marcante como o rastro de um cometa
Delicado como beijo de borboleta
Só há um lugar no meu parecer
Onde o amor pode pousar e florescer
O amor, para durar durante tantos anos
Sobrevivendo e resistindo sem sofrer danos
O amor, que não precisa nada além de amor somente
Ultrapassa tempestades e segue em frente
Erra, perdoa e se engrandece
Ruidoso como o trovão
Ou silencioso como uma prece
Esse grande amor só pode e deve ser guardado
... No coração do ser amado


arte de Irina Vitalievna

Postar um comentário