06 julho 2012

A tarde, o pomar e o pintor




a tarde adormecia lilás
o suave perfume das flores
envolvia e embriagava a paisagem
em transe fugaz

no pomar distraído rapaz
nem vê que nos arredores
há um pintor entre a folhagem
entre telas, tinta e aguarrás

a tarde adormecia lilás
eternizada em seus vapores
ao pintor trazendo a imagem
da tão desejada paz 


(arte de Van Gogh - Vista de Arles, Pomar em Flor (1889))
Postar um comentário