06 janeiro 2008

Mulheres




Somos feitas de aço
Mesmo que por dentro
Estejamos um bagaço

Morreremos um pouco hoje
Mas amanhã nasceremos
Renovadas, fortes e sorridentes
Para a nova luta

Não é fingir - é transcender!

E assim caminhamos
Inabaláveis
Para o futuro

Dançando conforme a música
Nunca perdendo o ritmo
Nem a leveza...


Postar um comentário