22 março 2008

Luz



Quero ver de novo
A luz no teu olhar
A tua estrela ainda tem muito que brilhar
Se o turbilhão é forte
E tenta te arrastar
Tem sempre quem estenda a mão
Tem sempre alguém pra segurar
Não sei que vultos te apavoram
Não sei que sombras te encobrem
Só quero te lembrar
Somos filhos da Luz
E Ela nos guiará
Contra a Luz nada pode
O Sol sempre voltará
Postar um comentário