21 outubro 2008

Girassol

Vem, Astro-Rei,
e me inunda com teu calor.

De pétalas abertas,
em completa doação,
reverencio tua luz
e teu poder

e acompanho-te,
ser magnânimo,
de leste a oeste
como hipnotizado.

E então te vais.
E por me teres abandonado,
profunda tristeza
se me apodera

e me recolho,
olhos postos à terra,
na esperança de que
amanhã tu retornes.


Postar um comentário