30 abril 2017

Belchior



o poeta se foi
passou a vida como pássaro
mas deixou inscrito no céu
o rasgo dos voos
a liberdade de seguir seu próprio rumo
a luz dos versos
a inconstância
o inconformismo
e a eterna juventude
contestadora
de quem no fim
para tudo sentir e ver
sabe que viver
é melhor que sonhar´
é melhor que viver


Postar um comentário